CyberBully

Posted By on mar 24, 2015 | 0 comments


Cyberbully

cyberbullying-família é tudo

Hoje em dia não tem quem não conheça a palavra bully, cantores, artistas e até jogadores fazem campanhas contra o bully. Bully é o ato de intimidar física ou mentalmente uma pessoa, no entanto sabia que o bully existe de diversas formas? Pois é, hoje iremos falar sobre o cyberbully e como isso afeta a nossa sociedade.

Bully é uma palavra estrangeira que não tem tradução aqui no Brasil e que já se espalhou pelo mundo é uma palavra usada para se referir ao ato de intimidar as pessoas seja pessoalmente ou virtualmente, ai no caso o bully vira cyberbully.

É fato inquestionável  que a internet une as pessoas em todo o mundo e que podemos compartilhar informações e até opiniões sobre os mais diversos assuntos, mas também fica mais fácil atacar verbalmente as pessoas.

No-to-Cyberbullying

Por exemplo: você posta um comentário em algum grupo do Facebook, algo do tipo “esse time de futebol é muito ruim” e de repente, você pode receber comentários maldosos e às vezes os ataques verbais podem virar físicos. Só porque você compartilhou a sua opinião.

Outro exemplo: você terminou de ler um livro e comenta em alguma rede social “o final foi surpreendente” e do nada surge algum hater (pessoa que odeia alguém ou alguma coisa na internet) e diz que o final foi ruim e começa a falar mal sobre você.

O que fazer nesses dois exemplos? Primeiramente, não cai no jogo do hater o que ele mais quer é que você de papo para ele, se acontecer de você encontrar um hater em alguma rede social ignore essa pessoa. Não tente argumentar com essa pessoa , apenas ignore e continue se divertindo na internet numa boa.

O bully sempre existiu, lembra-se daqueles tempos onde puxar o cabelo das meninas era um sinal que os meninos gostavam delas? Isso também é bully de certa forma, conhece algo chamado “Rape culture”? É uma expressão criada para designar que a sociedade aprova e incitava a violência contra a mulher.

cyberbully

Vamos por parte, no exemplo acima, o menino puxando o cabelo da menina, por que vemos essa imagem como bonitinha? Se o menino para ganhar atenção da menina tem que puxar o cabelo dela, quem não garante que ele pode fazer algo pior no futuro só para ter a atenção dela?

E isso é rape culture, isso esta presente na literatura, nos games, nos quadrinhos e até na televisão (especialmente nas novelas).

Voltando ao cyberbully, pessoas se sentem mais confortáveis para fazer esse tipo de bully porque estão nas seguranças de suas próprias casas e também no anonimato fazendo-as acreditar que estão imunes. Claro que existem leis contra cyberbully no Brasil, mas infelizmente são leis que não saem do papel.

Mas você se pergunta: Ah que bobagem, por que dar tanta atenção a comentários bobos como esses?

Deixa esta autora contar uma historia: Um dia postaram um vídeo maldoso sobre uma menina e de repente todos nas redes sociais começaram a falar mal da menina ao ponto que ela não aguentou mais e cometeu suicídio. Ainda acha que Bully é coisa boba?

cyberbully_Família é tudo

Imagina abrir o seu Facebook e receber mensagens de ódio de uma pessoa que nunca viu você pessoalmente, acredite isso acontece e já aconteceu com esta autora recentemente.

Sabe como é ter uma pessoa que dedica a sua vida a fazer uma campanha contra você? Que cria sites e grupos nas redes sociais para falar o quanto você é um lixo? Pois é, isso existe sim e no mundo todo.

É como diz um artigo que circulou nas redes sociais, especialmente o Facebook, não chame aquela menina de vadia porque você não a conhece, não chame uma garota de preguiçosa porque você não a conhece e mais importante mantenha suas opiniões sobre os outros para si mesma porque que fala o que quer também ouve o que não quer.

Então vamos terminar com esse ciclo de bully, se você não gosta de uma pessoa , seja o motivo que for não precisa deixar e-mails ou post de ódio para essa pessoa , apenas ignore e siga a sua vida tranquilamente. Bully é inadmissível, chega de Bully, Brasil. Nos da família é tudo queremos uma internet mais segura para todos.

Lizandra Oliveira – Repórte do RJ

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>