Literatura e Quadrinhos

Posted By on out 14, 2015 | 0 comments


LITERATURA E QUADRINHOS.

por Mauro Giovanetti. Sociólogo e Jornalista.supermanandbatman literatura e quadrinhos

As histórias em quadrinhos são usadas como material educacional já algum tempo. Turma da Mônica, Luluzinha, gibis da Disney, e obras infantis diversas são os mais recorrentes por instituições educacionais em processos de alfabetização, porque além de ser perceptível que a maioria do alunos adora desse tipo de mídia, os quadrinhos são reconhecidos como uma forma lúdica de ensino.

Pratica essa que pode ser estudada, por exemplo, em obras Como Usar as Histórias em Quadrinhos na Sala de Aula  de Alexandre Barbosa e Paulo Ramos; e Quadrinhos na Educação: da rejeição à pratica de Paulo Ramos e Waldomiro Vergueiro, ambos da editora Contexto. Contudo, apesar desse uso pedagógico recente ainda existe certa rejeição em muitas instancias de associar, ou pensar, as histórias em quadrinhos como uma forma de literatura. E dessa forma a literatura e quadrinhos ajuda na educação e interação das crianças.

o alienista literatura e quadrinhos

O que é a literatura e quadrinhos ?

Pensamento esse que é baseado num princípio retrógrado de que quadrinhos são coisas exclusivamente para crianças e por isso não teria a seriedade de uma boa obra literária. E por essa condição seria uma mídia em que não poder-se-ia dar alguma credibilidade. O que nos leva a crer de que os defensores desse tipo de mentalidade obviamente desconhecem inúmeros trabalhos, tanto nacionais como internacionais, que demonstram exatamente o contrário.

Claro que existem trabalhos voltados para o público infanto-juvenil, entretanto, também existem inúmeros trabalhos para públicos adultos. Obras que não apenas possuem um grau de erotismo maior, mas que também são recheadas de uma escrita tão densa e tão minuciosa que normalmente somente adultos poderiam acompanhar. Na qual podemos citar obras internacionais como o Cavaleiro das Trevas de Frank Miller, Watchmen de Alan Moore, Maus, de Art Spiegelman e o Sandman de Neil Gaiman, ambas ganhadoras de inúmeros prêmios literários internacionais.

literatura e quadrinhos nacional

A literatura e quadrinho em âmbito nacional

No plano nacional podemos destacar o Necronauta de Danilo Beyruth, o Diomedes de Lourenço Mutarelli, o Máquina Zero do grupo soteropolitano Quadro a Quadro e títulos diversos do Graphic MSP, projeto da Mauricio de Sousa Produções, que trabalha os seus tradicionais personagens sobre uma outra ótica através do trabalho de grandes artistas nacionais. Ambas essas obras também são campeãs de inúmeros prêmios, inclusive literários.

Prêmios que inclusive sugerem que essas produções artísticas, ou 9° arte como também é reconhecido, não deve em nada em qualidade com qualquer outra grande obra literária como a Metamorfose de Franz Kafka, o Alienista de Machado de Assis, e o mesmo do Hobbit de Tolkien.

watchmen literatura e quadrinhos

E para ilustrar isso, em obras como Watchmen, por exemplo, é narrado os eventos de um universo alternativo ambientado na década de 1980 nos Estados Unidos, aonde os super heróis existem e por isso mudaram toda a política internacional, que por sinal ainda viveria num clima tenso de Guerra Fria. Tensão essa que faz gerar toda uma discussão existencialista entre todos os personagens, que brilhantemente é trabalhado pelo autor.

cavaleiro das trevas batman literatura e quadrinhos

Condição que semelhantemente é trabalhada no Cavaleiro das Trevas, com o diferencial do enfoque estar na manipulação midiática dos eventos políticos, comportamentais, das celebridades e da ação dos super seres que habitam o mundo nesse universo da revista. Mídia sensacionalista que criminaliza as ações do Batman, que é um personagem que após um longo período de ausência (30 anos na narrativa), encara uma Gotham City mergulhada na corrupção e na criminalidade e que por isso resolve voltar a ativa com o objetivo de estabelecer a ordem novamente.

mauricio_de_sousa literatura e quadrinhos

Em obras nacionais, como as do selo MSP, personagens são trabalhadas com diversos enfoques ditos adultos. Adulto no sentido da narrativa ser trabalhada com uma certa complexidade que dificilmente uma pessoa mais jovem conseguiria abstrair ou se interessar. Como no caso do personagem Astronauta de Maurício de Sousa, que dentro da revista Magnetar  (MSP) é trabalhado a questão da solidão do personagem após um longo período de isolamento no espaço. Ou do personagem Piteco, também do Mauricio de Sousa, que na revistaInga (MSP) trabalha de forma adulta os elementos do folclore brasileiro.

E a lista não para por ai. Existem uma infinidade de trabalhas artísticos da 9° arte de muitas nacionalidade, a preços acessíveis, e dos mais variados gêneros. Demonstrando dessa forma que histórias em quadrinhos hoje são uma grande arte, uma vez que podem abordar qualquer assunto de forma séria e com grande profundidade.

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>