Desigualdade Social e o supérfluo.

Posted By on jan 17, 2015 | 0 comments


Desigualdade Social e o supérfluo.

desigualdade social brasil

 

Desigualdade social e o supérfluo

Quem não se lembra das manifestações de 2013 onde o Brasil inteiro reclamava para ter melhores escolas, hospitais e transportes públicos mais barato. Pois é, o ano passou e apesar dessas pessoas terem feito essas manifestações, boa parte delas acredita que é mais importante ter um smartphone do que ter uma casa com saneamento básico.

De acordo com uma pesquisa feita pelo IBGE(Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) cerca de 10% dos moradores que não tem comida numa quantidade suficientes para a família ou uma moradia decente possuem smartphone com internet. Ao ler isso você deve estar pensando, “isso é pegadinha?”

Infelizmente não, essa é a realidade dessas pessoas, e não é apenas smartphone. Vários lares que não tinham nenhum alimento possuíam micro-ondas, maquina de lavar roupa, televisão, geladeira e fogão.

Sem falar que há pessoas nessa linha da pobreza que têm carros, motos, computadores e tablets. Por que disso?

Porque por mais que pareça estranho, existem pessoas que querem aparentar estarem mais ricas do que trabalharem pelo dinheiro.

Tem piadinhas com isso nas redes sociais, especialmente o Facebook, onde mostra pessoas copiando grandes artistas tanto nacionais quanto internacionais, mas não fazem menção de abrir um livro ou fazer algo acontecer para ganhar dinheiro.

E está certa essa atitude? Você, pessoa instruída e com formação completa no curso que escolheu, seja medicina, jornalismo, arquivologia e etc. Com certeza você diria que este comportamento está errado e que essas pessoas deveriam estudar ou trabalhar para ganharem o seu dinheiro.

Mas, vamos refletir por um momento, pessoas como ex-presidentes e até alguns donos de empresas são pessoas ricas , certo? No entanto, boa parte delas está envolvida com esquemas fraudulentos e até outros escândalos.

Um politico procurado pela Interpol, mas que está no Brasil curtindo as férias numa boa, provavelmente tomando alguma bebida com os amigos enquanto isso, os brasileiros trabalhadores acordam cedo para ganharem um salario honesto, parece uma situação injusta com esses trabalhadores.

Ainda tem artistas que estão envolvidos em escândalos mesmo que não seja nada haver com corrupção. Por exemplo, certo artista foi preso, no entanto ainda aparece nas colunas de fofocas e tem bastante destaque na mídia.

Ai você me pergunta “O que isso tem a ver?” Bom, como pode uma pessoa se animar para trabalhar honestamente quando temos exemplos diários de corrupção e de impunidade bem na nossa cara.
cérebro desigualdade social Tecnologia Família é tudo

E quem se lembra dos debates presidenciais onde a nossa atual presidente e o candidato debateram sobre os problemas do Brasil e ela falou que se as pessoas não estão conseguindo um emprego deviam fazer um curso no Pronatec(Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego).

Muitas pessoas que estão na linha da pobreza acreditam que se aparentar que têm dinheiro então todos os problemas irão acabar. Acreditem, tem pessoas que fazem dívidas só para poder se exibir para os colegas com um tênis novo, carro, moto, computador e smartphone.

Falando em celulares, eles têm uma importância social fundamental para as pessoas que estão abaixo do nível da classe media quanto mais novo e moderno o celular for será melhor para a imagem dela.

Vale lembrar que apesar dos políticos estarem passando essa imagem de que o Brasil é perfeito e maravilhoso, o índice de miséria aqui aumentou no ultimo ano e a desigualdade social também.

Para finalizar, você que reclama da sua vida, por favor, lembre-se de que tem pessoas morando em casas sem comida, sem saneamento básico e ganham muito pouco.
desigualdade social Tecnologia Família é tudo
Lizandra Oliveira – Jornalista do Rio De janeiro.

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>